Search
Close this search box.

.

Série produzida 100% no Ceará estreia em março

Muito humor, criatividade e união familiar para driblar a crise financeira. É com esse mote que a série “Se avexe não”, estreia dia 6 de março na TV Brasil, que ocupa o canal 11 no Recife. Com produção da Orla Filmes, a trama de comédia mostrará, ao longo de 10 episódios semanais, os integrantes da família Nobre se aventurando nas mais variadas atividades profissionais a fim de driblar os problemas econômicos que os obriga a voltar a viver sob o mesmo teto, gerando divertidas confusões. Os episódios irão ao ar sempre às quartas-feiras, às 21h.

Foto: Jorge Silvestre/Divulgação

Tudo começa quando Selma, personagem de Juliana Maia, se vê obrigada a acolher sua família em sua casa depois que cada um dos integrantes passa a ter grandes problemas financeiros. São eles: Divina, interpretada por Fabíola Liper, sua mãe, que acabou perdendo a casa em um golpe, e seu irmão Valdisney, atuado por Rafael Martins, um evangélico em crise existencial que deixa uma enorme dívida de aluguel e leva junto seus filhos Silvanya (Bruna Pessoa), uma estudante de filosofia, e Enzo (Lucas Cavalvante), um jovem aspirante a influencer.

No meio de tudo isso, Selma ainda precisa lidar com sua nova namorada, com a sua necessidade de aprender inglês para não perder o emprego e com as suas atividades como atendente de uma pousada que recebe hóspedes pra lá de peculiares.

Foto: Jorge Silvestre/Divulgação

“Temos certeza de que muita gente se identificará com esse perrengue financeiro. A família Nobre tenta dar a volta por cima, de maneiras muito criativas e inusitadas, evocando sempre o talento do brasileiro para a gambiarra”, diz Luciana Vieira, uma das criadoras, roteiristas e diretoras do projeto.

“Se avexe não” é totalmente ambientada e gravada em Fortaleza e conta com 100% de elenco local. Inclusive, o lançamento ocorrerá no próximo dia 27 de fevereiro com uma exibição popular no famoso Cinema São Luiz, na capital cearense.

“Fazer uma série que terá uma estreia nacional com um corpo técnico e artístico majoritariamente nordestino é, para nós, um gesto político importante: fomos capazes de criar um produto carismático e acessível para um grande público com a força que temos dentro de casa”, festeja Luciana.

Foto: Jorge Silvestre/Divulgação
Compartilhe :
Twitter
LinkedIn
Facebook
WhatsApp
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE

Série produzida 100% no Ceará estreia em março