Search
Close this search box.

.

“Nostradamus”: Bia Sion regrava sucesso de Dussek

Uma música feita em 1980 anda mais atual do que nunca. A cantora Bia Sion regravou “Nostradamus”, uma das maiores canções da carreira de Eduardo Dussek, apresentada no festival MPB 80, consagrada na primeira edição do Rock in Rio e mencionada em carta pelo ilustre escritor Caio Fernando Abreu.

A escolha de Sion para interpretar a música foi cuidadosa. Assim como Dussek, conhecido por sua versatilidade, ela também tem uma carreira diversificada, atuando como atriz, cantora, compositora, locutora e, recentemente, escritora, tudo isso ao longo de mais de quarenta anos.

Na voz de Sion, a música apocalíptica ganha nova relevância ao abordar temas como o aquecimento global e a destruição da natureza, que são questões urgentes em nosso cotidiano.

Nostradamus previu o fim do mundo no século XVI, e Dussek, inspirado por essa ideia, compôs a canção no século XX. A regravação por Bia Sion, com arranjo de Fernando Moura, que também colaborou com Dussek, reforça a atualidade da música em pleno século XXI.

Como cantado por Dussek: “Levanta e serve um café que o mundo acabou!”.

Compartilhe :
Twitter
LinkedIn
Facebook
WhatsApp
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE

“Nostradamus”: Bia Sion regrava sucesso de Dussek