Search
Close this search box.

.

Heloisa Périssé traz ‘nova forma de ver a vida’ em espetáculo no Recife

ROBSON GOMES
robson.silva@diariodepernambuco.com.br

Dizem por aí que o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, é considerado um dos melhores palestrantes do mundo. Com uma excelente retórica, o político discursa para uma multidão imprimindo casualidade, personalidade e humor. Por aqui no Brasil, mais precisamente no Recife, as pessoas terão a chance de ver, neste fim de semana, uma palestra considerada “a mais animada da face da terra”. Ela é ministrada pela Tia D’Oro, ou melhor, a atriz carioca Heloisa Périssé, durante a peça A Iluminada, que estará em cartaz sábado (6) e domingo (7), no Teatro do Parque.

É neste universo dos palestrantes quânticos motivacionais, dos chamados ted talks (conversas rápidas), que a artista criou Dorotéia das Dores, a Tia D’Oro. “A personagem já existia. Mas eu tinha muita vontade de viver alguém que se chamasse assim só por causa do som do ‘te adoro’”, diz Heloisa ao Diario, aos risos.

No roteiro, escrito pela própria atriz com colaboração de Alex Lerner, a protagonista deste monólogo é um grande exemplo de superação. Por ter tido uma família excêntrica, com pais adeptos da “curomancia”, passou por bullying na escola, com os amigos, nos relacionamentos, e em todas as coisas que pudessem configurar sua existência. Até que um dia, ela chegou ao fundo do poço. Mas o que poderia ser seu fim, acaba sendo seu recomeço, pois ela percebe que essa coleção de fracassos é exatamente o que a pode levar ao sucesso.

“É a partir de uma conversa séria com a mãe que a Tia D’Oro nasce. Com ela, a personagem aprende a ver o mundo por um outro prisma, não de cima para baixo, mas de baixo para cima. Até porque a base existe sem o topo, mas o topo não existe sem a base. E é aí que vem a iluminação dela”, explica Heloisa. Em outras palavras, o público vai aprender a olhar o mundo, digamos, com o “terceiro olho”.

Heloisa Périssé encarna a coach Tia D’Oro em espetáculo – Foto: Divulgação

“Tem gente que fica muito incomodada de falar no assunto. Outros chegam a se levantar. E já teve pessoas que foram embora. É engraçado, não é? Todo mundo tem ‘isso’, homens e mulheres. Deveria ser normal conversar sobre”, justifica a artista. “Ao longo da peça, percebo na plateia que, depois do estranhamento, muitas vão dando razão à mãe da Tia D’Oro. Pois ela mostra essa inversão de valores, de entender que os últimos serão os primeiros”, completa.

Apesar de ser um texto de humor, Heloisa conta que há momentos sérios também neste espetáculo, dirigido por seu marido, Mauro Farias. “No primeiro momento, as pessoas ficam meio em dúvida. ‘Será que ela está brincando?’, questionam. É aí que está o pulo do gato, porque as reflexões, apesar do humor, são sérias. E uma coisa que acho muito interessante é que, quando acabo uma peça qualquer, as pessoas geralmente falam: ‘Parabéns!’. Mas quando acabo A Iluminada, elas me falam: ‘Muito obrigado!’”, ressalta.

Por ser uma craque da comédia, a atriz sabe o poder que esse sentimento causa a ela, dentro e fora dos palcos: “O humor é nossa criança, a boa surpresa, o desopilar do fígado, o gozo. É tudo que precisamos para poder reabastecer as baterias e seguir nesse mundo que pode ser muito bom ou muito ruim. E a Tia D’Oro fala sobre isso também, sobre ressignificar as coisas. A vida é olhar. Então, qual a escolha que você está fazendo para sua vida? Quando passei o meu processo e fiquei doente [um câncer nas glândulas salivares, já curado], ali eu acionei a minha criança, o meu lúdico. Eu já contei muita história para todo mundo, agora vou contar para mim. E isso foi providencial para minha recuperação”.

A artista também contou que está animada para trazer a “grande palestra” da Tia D’Oro para o palco do Teatro do Parque. “Meu avô é pernambucano. Minha mãe foi praticamente criada nesse estado. E sou apaixonada por esse lugar. Também amo Olinda, que é uma poesia! Sempre sou bem recebida neste lugar. E o mar do Recife é uma coisa que amo, porque foi algo que conheci com minha mãe contando. A primeira vez que fui ao Recife foi muito emocionante”, recorda.

Mais Heloisa

Além de rodar o país com A Iluminada, é impossível não lembrar de seu grande sucesso no teatro, ao lado da amiga Ingrid Guimarães: a peça Cócegas, que ficou em cartaz por mais de dez anos, e claro, também já veio ao Recife. Segundo Heloisa, há projetos desta montagem ser retomada, de alguma forma, em breve. “Pensamos em remontar, fazer tipo uma ‘turnê de Sandy e Junior’ pelo Brasil, sabe? As pessoas pedem tanto, e a gente ama! Afinal, foi o ponto de virada da nossa vida. Só ficamos na dúvida se revisitamos os textos ou fazemos outra coisa. Mas queremos prestar uma homenagem a Cócegas de alguma forma, nem que seja com um documentário”, entrega. 

Na onda do sucesso deste espetáculo, a série Sob Nova Direção (2004), da TV Globo, estreou na plataforma Globoplay, disponibilizando as quatro temporadas no catálogo. “Foram anos maravilhosos! Gravamos a série com uma turma incrível que amo. E fiquei muito feliz em poder rever, até para mostrar a Tonton [Antônia Farias]. Porque teve um episódio que gravei grávida. E fiz uma ultrassonografia com ela, que é minha filha mais nova, para o Brasil todo ver”, comenta. “Isso é muito emocionante e também pode ser que também façamos algo do tipo: onde estará Pit (Guimarães) e Belinha (Périssé) hoje?”, projeta a comediante. 

Na expectativa de encontrar a plateia recifense, fica a cargo da própria Heloisa Périssé convidar o público para assisti-la neste fim de semana. “Quero que Recife em peso esteja lá, se divirta muito e solte sua criança interna. Vá com o coração aberto, pronto para ver o mundo por um outro olhar, com ‘um olho’ que não tem miopia, astigmatismo, vista cansada, que não usa óculos nunca! E que possamos, no final, com todo amor e alegria, celebrar a vida, porque Tia D’Oro traz isso: vida e amor para as pessoas”, conclui ela, iluminada pela sabedoria do “terceiro olho”. 

SERVIÇO

A Iluminada – com Heloisa Périssé
Sábado (6), às 20h, e Domingo (7), às 18h, no Teatro do Parque.
Ingressos a partir de R$60, à venda online. 

Compartilhe :
Twitter
LinkedIn
Facebook
WhatsApp
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE

Heloisa Périssé traz ‘nova forma de ver a vida’ em espetáculo no Recife