Search
Close this search box.

.

Eduardo Moscovis e Patricya Travassos apresentam ‘Duetos’ no Recife

ROBSON GOMES
robson.silva@diariodepernambuco.com.br

Patricya Travassos e Eduardo Moscovis dividem o palco em ‘Duetos’ – Foto: Douglas Jacó/Divulgação

O ano era 2010 quando o renomado autor inglês Peter Quilter lançou o livro Duets – A Comedy In Four Acts. O tempo passou e esse texto ganhou vida nos palcos do teatro mundo afora. Mais precisamente, em mais de 20 países. Um desses, claro, é o Brasil. Estrelada pelos atores Eduardo Moscovis e Patricya Travassos, a versão tupiniquim chega ao Teatro do Parque, no bairro da Boa Vista, hoje e amanhã, em quatro sessões. Sim, estamos falando em bom português do espetáculo Duetos, a comédia de Peter Quilter.

Com direção de Ernesto Piccolo, a montagem examina e retrata de forma cômica o mundo caótico dos relacionamentos modernos através de quatro histórias de uma mulher e um homem – não necessariamente casais – às voltas com seus próprios desejos e traumas em busca do amor, e enfrentando a solidão. 

Patricya Travassos, reconhecida por papéis cômicos na televisão, cinema e teatro, comenta feliz com a coluna Giro sobre a grande demanda do público recifense para ver as quatro sessões da peça. “Está sendo assustadoramente lindo! Essa procura toda está emocionando a gente, porque é muito legal chegar num lugar e ter um teatro em que você sente que a cidade preza a cultura. E graças a Deus, tem sido assim em todo lugar por onde estamos passando. Acho que estamos virando um fenômeno, porque nem mesmo nós acreditamos, sabe? É maravilhoso isso que está acontecendo e tem sido um momento muito bom para o teatro brasileiro”, declara a atriz.

Já Eduardo Moscovis, parceiro de Patricya em cena há pouco mais de um ano, também falou sobre a alegria de estar atuando em um texto cômico de fato. “Duetos é um espetáculo pra fazer rir, mas propõe uma reflexão, também com bom humor, para nos enxergarmos com uma lente de aumento e se divertir com nossos erros, inseguranças e anseios. Por isso que essa peça funciona. E é o primeiro espetáculo assumidamente para o lado da comédia que faço. Nunca tinha feito algo assim.. Tem sido muito bom, uma experiência muito legal”, afirma o carioca de 55 anos, prestes a ser visto na TV Globo em duas novelas simultâneas a partir da próxima segunda-feira (29), com o início da reprise de Alma Gêmea (2005) e, praticamente em seguida, na inédita No Rancho Fundo, no horário das seis.

Para rir e refletir

Ao longo de 1h20 de espetáculo, aproximadamente, o cenário (assinado por J.C. Serroni) chamará atenção do público porque haverá camarins nas laterais às vistas da plateia. E ali, os atores trocarão de roupa como pequenas cenas individuais. De acordo com a luz, estes camarins estarão ora visíveis, ora invisíveis. E os demais elementos serão modificados a cada cena. Tudo isso é feito para Patrycia e Eduardo brilharem como um dueto perfeito, com muita química, capaz de conduzir a plateia para a dualidade entre diversão e reflexão ao mesmo tempo.

Compartilhe :
Twitter
LinkedIn
Facebook
WhatsApp
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE

Eduardo Moscovis e Patricya Travassos apresentam ‘Duetos’ no Recife